devcon_topo_pizzani_abs_eldorado2017.jpg
sp_menu_pgs.png
devcon_linha_metalica.png

10130 Steel A Massa

10130 Steel A Massa

10130 – 450g / 10120 – 1,8Kg / 10130 – 11,3Kg
Revisão Sid – 01 - 02/06/2008

Descrição
Massa epóxi com carga de aço, que cura em temperatura ambiente, indicado para manutenção geral, como o preenchimento, reconstrução e união de superfícies metálicas.

Uso Pretendido
Reparar áreas onde a solda é impossível ou impraticável. Repara superfícies metálicas em geral, como paredes rachadas e partes quebradas em equipamentos, corpos de bombas e válvulas.

Características do Produto
Fácil aplicação em superfícies verticais.
Usinável para acabamentos metálicos.
Adere em alumínio, concreto e vários outros metais.
Resistente a vários produtos químicos.

Limitações
Não recomendado longas exposições a ácidos concentrados ou solventes orgânicos.

Propriedades Físicas Típicas
Os dados devem ser considerados somente representativos e não devem ser usados para finalidades do projeto.
Após 7 dias de cura a 75 °F (24°C)


Cor

Cinza

Proporção de Mistura por volume

2,5:1

Proporção de Mistura por peso

9:1

% Sólidos por Volume

100

Tempo de Trabalho a 24°C

45 minutos

Volume Específico

0,43cm3/g

Contração pós cura

0,0006 in/in

Peso Específico

2,33g/cm3

Temperatura de Resistência (úmido)

38°C

Temperatura de Resistência (seco)

121°C

Cobertura

14,6 kg/m² a 6,35mm

Dureza pós cura

85D

Resistência Dielétrica

30 volts/mil

Constante Dielétrica

67,5

Tensão de Cisalhamento Adesivo

2800 psi

Resistência à Compressão

8260 psi

Módulo de Elasticidade

8,5 psi x 105 in

Coeficiente de Expansão Térmica

48[(in)/(in x °F)] x 10-6

Resistência à Flexão

5600 psi

Condutividade Térmica

1,37[(cal x cm) / (séc x cm2 x °C)] x10-3

Tempo de Cura

16 horas

Tempo de Recobrimento Limite

10 a 12 horas

Viscosidade da Mistura

Massa

NORMAS

Contração pós cura ASTM D 2566
Resistência Dielétrica volts/mil ASTM D 149
Módulo de Elasticidade ASTM D 638
Dureza pós cura Shore D ASTM D 2240
Tensão de Cisalhamento Adesivo ASTM D 1002
Resistência à Compressão ASTM D 695
Constante Dielétrica ASTM D 150
Coef. De Expansão Térmica ASTM D 696
Resistência à Flexão ASTM D 790
Condutividade Térmica ASTM C 177

Preparação da Superfície
1) Limpar completamente a superfície com Devconâ Cleaner Blend 300 ou similar para remover todo o óleo, graxa e sujeira.

2) Para melhor adesão lixar ou fazer um jateamento abrasivo na superfície com granulometria de 8 a 40 mesh, ou com disco abrasivo para criar uma área com melhor adesão. (Cuidado: Um disco abrasivo só pode ser usado, desde que crie a rugosidade requerida.) O perfil desejado é de 3 a 5 mils e com as bordas definidas. Não aplicar em bordas com cantos vivos.

Nota: Para metais já expostos a água do mar ou soluções salinas, realizar jateamento abrasivo e em seguida jato de água de alta pressão, então deixe da noite para o dia para que o metal “transpire” levando para a superfície os sais que o contaminam. Repita o jateamento para retirar todos os sais solúveis. Realizar teste de contaminação de cloreto para determinar o conteúdo de sais não solúveis (não pode ultrapassar 40 ppm).

3) Limpar novamente a superfície com Devconâ Cleaner Blend 300 ou similar para eliminar todos os vestígios de óleo, graxa, sujeira ou qualquer substância proveniente do jateamento abrasivo.

4) Executar a aplicação logo após a preparação da superfície, eliminando assim qualquer risco de contaminação.

CONDIÇÕES DE TRABALHO
A temperatura ideal de aplicação é de 13-32°C. Em condições frias, recomenda-se o aquecimento da área de reparo até 38-43°C. Para o produto atingir máxima adesão, providenciar para a aplicação e a cura do epóxi, área livre de umidade, contaminação ou solventes.

Instruções de Mistura
-Recomenda-se o uso de todo o conteúdo da embalagem, caso contrário, utilizar a proporção de mistura mencionada anteriormente.

  • Adicionar o endurecedor à resina.
  • Misturar completamente com chave de fenda ou com ferramenta similar raspando o material dos lados e no fundo do recipiente, até que uma consistência uniforme seja obtida.

VOLUMES MÉDIOS: Colocar a resina e o endurecedor em uma superfície plana de papelão, madeira ou folha plástica. Usar uma espátula ou objeto com lâmina larga para misturar o material como é descrito na etapa 2.

VOLUMES GRANDES: Usar uma pá misturadora modelo T ou misturador Jiffy modelo ES do tipo hélice acoplado a uma furadeira. Misturar completamente com movimentos de cima para baixo até obter uma mistura homogênea de resina e do endurecedor.

Instruções de Aplicação
Espalhar o material misturado pressionando firmemente contra a superfície a ser reparada para assegurar o máximo contato com a superfície. A cura do Devcon® Steel A Putty ocorrerá em 16 horas. Pode ser usinado, furado, rosqueado e pintado.

PARA RECONSTRUIR ÁREAS QUEBRADAS, TRINCAS OU FUROS GRANDES
Colocar uma folha de fibra de vidro, metal expandido, ou prendedores mecânicos entre a área de reparo e o Devcon® Steel A Putty antes da aplicação.

PARA APLICAÇÕES FEITAS EM SUPERFÍCIES VERTICAIS
Plastic Steel® Putty (A) pode ser aplicado a uma espessura de 6,35 mm sem escorrer.

PARA PROPRIEDADES FÍSICAS MÁXIMAS
Após cura do material por 2,5h em temperatura ambiente, aquecê-lo por 4h a uma temperatura de 93°C.

PARA APLICAÇÕES FEITAS ABAIXO DE 21°C
Aplicações de epóxi em temperaturas abaixo de 21°C alongará o tempo de cura funcional e do tempo de trabalho.  Aplicando-se a uma temperatura acima de 70°F (21°C) o efeito será inverso. O tempo de cura funcional e de trabalho será menor.

USINAGEM
Permitir a cura do material por, pelo menos, 16 horas antes de usinar.
Velocidade do Torno: 150 ft/min
Corte: Seco
Ferramenta: Carbeto - Ângulo de corte no topo 6° (±2°) – Face /Frontal 8°F (±2°)
Taxa de Alimentação (bruto): Velocidade de trabalho 0,020  Corte Bruto: 0,020-0,060
Taxa de Alimentação (acabamento): Velocidade de trabalho 0,010 Acabamento de corte: 0,010
Polimento: Utilizar lixa de esmeril 400-650 grãos úmidos. O polimento do material deve ser de 25-50 micro polegadas.

Armazenamento
Armazenar em temperatura ambiente.

Conformidades
Qualificado sob DOC-C-24176B.
Aceitável nos EUA em frigoríficos e criadouros de aves.

Resistências Químicas
As resistências químicas são verificadas após 7 dias de cura em temperatura ambiente [30 dias de imersão a 24°C].

 

1,1,1- Tricloroetano

Muito Bom

Amônia

Muito Bom

Óleo de Corte

Muito Bom

Gasolina sem chumbo

Muito Bom

Ácido Clorídrico 10%

Muito Bom

Querosene

Muito Bom

Metil Etil Cetona

Ruim

Diclorometano

Ruim

 

Fosfórico 10%

Muito Bom

Hidróxido de Potássio 20%

Muito Bom

Salmoura de Cloreto de Sódio

Muito Bom

Hidróxido de Sódio 10%

Muito Bom

Sulfúrico 10%

Muito Bom

Sulfúrico 50%

Ruim

Fosfato de Sódio III

Muito Bom

Xileno

Regular

Precauções
Favor consultar material apropriado de normas de Segurança (MSDS), antes de usar este produto.

SOMENTE PARA USO INDUSTRIAL.


Pizzani Química Industrial - Todos os direitos reservados | Proibida a reprodução total ou parcial
Desenvolvido por ValeWay Comunicação Digital