devcon_topo_pizzani_abs_eldorado2017.jpg
sp_menu_pgs.png
devcon_linha_metalica.png

10130 Steel A Massa

10130 Steel A Massa

10130 – 450g / 10120 – 1,8Kg / 10130 – 11,3Kg
Revisão Sid – 01 - 02/06/2008

Descrição
Massa epóxi com carga de aço, que cura em temperatura ambiente, indicado para manutenção geral, como o preenchimento, reconstrução e união de superfícies metálicas.

Uso Pretendido
Reparar áreas onde a solda é impossível ou impraticável. Repara superfícies metálicas em geral, como paredes rachadas e partes quebradas em equipamentos, corpos de bombas e válvulas.

Características do Produto
Fácil aplicação em superfícies verticais.
Usinável para acabamentos metálicos.
Adere em alumínio, concreto e vários outros metais.
Resistente a vários produtos químicos.

Limitações
Não recomendado longas exposições a ácidos concentrados ou solventes orgânicos.

Propriedades Físicas Típicas
Os dados devem ser considerados somente representativos e não devem ser usados para finalidades do projeto.
Após 7 dias de cura a 75 °F (24°C)


Cor

Cinza

Proporção de Mistura por volume

2,5:1

Proporção de Mistura por peso

9:1

% Sólidos por Volume

100

Tempo de Trabalho a 24°C

45 minutos

Volume Específico

0,43cm3/g

Contração pós cura

0,0006 in/in

Peso Específico

2,33g/cm3

Temperatura de Resistência (úmido)

38°C

Temperatura de Resistência (seco)

121°C

Cobertura

14,6 kg/m² a 6,35mm

Dureza pós cura

85D

Resistência Dielétrica

30 volts/mil

Constante Dielétrica

67,5

Tensão de Cisalhamento Adesivo

2800 psi

Resistência à Compressão

8260 psi

Módulo de Elasticidade

8,5 psi x 105 in

Coeficiente de Expansão Térmica

48[(in)/(in x °F)] x 10-6

Resistência à Flexão

5600 psi

Condutividade Térmica

1,37[(cal x cm) / (séc x cm2 x °C)] x10-3

Tempo de Cura

16 horas

Tempo de Recobrimento Limite

10 a 12 horas

Viscosidade da Mistura

Massa

NORMAS

Contração pós cura ASTM D 2566
Resistência Dielétrica volts/mil ASTM D 149
Módulo de Elasticidade ASTM D 638
Dureza pós cura Shore D ASTM D 2240
Tensão de Cisalhamento Adesivo ASTM D 1002
Resistência à Compressão ASTM D 695
Constante Dielétrica ASTM D 150
Coef. De Expansão Térmica ASTM D 696
Resistência à Flexão ASTM D 790
Condutividade Térmica ASTM C 177

Preparação da Superfície
1) Limpar completamente a superfície com Devconâ Cleaner Blend 300 ou similar para remover todo o óleo, graxa e sujeira.

2) Para melhor adesão lixar ou fazer um jateamento abrasivo na superfície com granulometria de 8 a 40 mesh, ou com disco abrasivo para criar uma área com melhor adesão. (Cuidado: Um disco abrasivo só pode ser usado, desde que crie a rugosidade requerida.) O perfil desejado é de 3 a 5 mils e com as bordas definidas. Não aplicar em bordas com cantos vivos.

Nota: Para metais já expostos a água do mar ou soluções salinas, realizar jateamento abrasivo e em seguida jato de água de alta pressão, então deixe da noite para o dia para que o metal “transpire” levando para a superfície os sais que o contaminam. Repita o jateamento para retirar todos os sais solúveis. Realizar teste de contaminação de cloreto para determinar o conteúdo de sais não solúveis (não pode ultrapassar 40 ppm).

3) Limpar novamente a superfície com Devconâ Cleaner Blend 300 ou similar para eliminar todos os vestígios de óleo, graxa, sujeira ou qualquer substância proveniente do jateamento abrasivo.

4) Executar a aplicação logo após a preparação da superfície, eliminando assim qualquer risco de contaminação.

CONDIÇÕES DE TRABALHO
A temperatura ideal de aplicação é de 13-32°C. Em condições frias, recomenda-se o aquecimento da área de reparo até 38-43°C. Para o produto atingir máxima adesão, providenciar para a aplicação e a cura do epóxi, área livre de umidade, contaminação ou solventes.

Instruções de Mistura
-Recomenda-se o uso de todo o conteúdo da embalagem, caso contrário, utilizar a proporção de mistura mencionada anteriormente.

  • Adicionar o endurecedor à resina.
  • Misturar completamente com chave de fenda ou com ferramenta similar raspando o material dos lados e no fundo do recipiente, até que uma consistência uniforme seja obtida.

VOLUMES MÉDIOS: Colocar a resina e o endurecedor em uma superfície plana de papelão, madeira ou folha plástica. Usar uma espátula ou objeto com lâmina larga para misturar o material como é descrito na etapa 2.

VOLUMES GRANDES: Usar uma pá misturadora modelo T ou misturador Jiffy modelo ES do tipo hélice acoplado a uma furadeira. Misturar completamente com movimentos de cima para baixo até obter uma mistura homogênea de resina e do endurecedor.

Instruções de Aplicação
Espalhar o material misturado pressionando firmemente contra a superfície a ser reparada para assegurar o máximo contato com a superfície. A cura do Devcon® Steel A Putty ocorrerá em 16 horas. Pode ser usinado, furado, rosqueado e pintado.

PARA RECONSTRUIR ÁREAS QUEBRADAS, TRINCAS OU FUROS GRANDES
Colocar uma folha de fibra de vidro, metal expandido, ou prendedores mecânicos entre a área de reparo e o Devcon® Steel A Putty antes da aplicação.

PARA APLICAÇÕES FEITAS EM SUPERFÍCIES VERTICAIS
Plastic Steel® Putty (A) pode ser aplicado a uma espessura de 6,35 mm sem escorrer.

PARA PROPRIEDADES FÍSICAS MÁXIMAS
Após cura do material por 2,5h em temperatura ambiente, aquecê-lo por 4h a uma temperatura de 93°C.

PARA APLICAÇÕES FEITAS ABAIXO DE 21°C
Aplicações de epóxi em temperaturas abaixo de 21°C alongará o tempo de cura funcional e do tempo de trabalho.  Aplicando-se a uma temperatura acima de 70°F (21°C) o efeito será inverso. O tempo de cura funcional e de trabalho será menor.

USINAGEM
Permitir a cura do material por, pelo menos, 16 horas antes de usinar.
Velocidade do Torno: 150 ft/min
Corte: Seco
Ferramenta: Carbeto - Ângulo de corte no topo 6° (±2°) – Face /Frontal 8°F (±2°)
Taxa de Alimentação (bruto): Velocidade de trabalho 0,020  Corte Bruto: 0,020-0,060
Taxa de Alimentação (acabamento): Velocidade de trabalho 0,010 Acabamento de corte: 0,010
Polimento: Utilizar lixa de esmeril 400-650 grãos úmidos. O polimento do material deve ser de 25-50 micro polegadas.

Armazenamento
Armazenar em temperatura ambiente.

Conformidades
Qualificado sob DOC-C-24176B.
Aceitável nos EUA em frigoríficos e criadouros de aves.

Resistências Químicas
As resistências químicas são verificadas após 7 dias de cura em temperatura ambiente [30 dias de imersão a 24°C].

 

1,1,1- Tricloroetano

Muito Bom

Amônia

Muito Bom

Óleo de Corte

Muito Bom

Gasolina sem chumbo

Muito Bom

Ácido Clorídrico 10%

Muito Bom

Querosene

Muito Bom

Metil Etil Cetona

Ruim

Diclorometano

Ruim

 

Fosfórico 10%

Muito Bom

Hidróxido de Potássio 20%

Muito Bom

Salmoura de Cloreto de Sódio

Muito Bom

Hidróxido de Sódio 10%

Muito Bom

Sulfúrico 10%

Muito Bom

Sulfúrico 50%

Ruim

Fosfato de Sódio III

Muito Bom

Xileno

Regular

Precauções
Favor consultar material apropriado de normas de Segurança (MSDS), antes de usar este produto.

SOMENTE PARA USO INDUSTRIAL.